top

Como criar um jardim amigo do seu cão

Um jardim e um cão podem coexistir pacificamente, com atenção a alguns pontos chave. Algumas ideias práticas para experimentar:

A maioria dos cães adora água e qualquer fonte ou lago, por mais pequeno que seja, será alvo da sua atenção.
Em grandes estruturas aquáticas é necessário garantir que o cão consegue sair sem dificuldades. Os tanques representam normalmente um perigo de afogamento, devido às paredes verticais, que não permitem ao animal conseguir um apoio para sair sozinho do tanque. Com as estruturas pequenas, o perigo é normalmente a qualidade da água, que não deve ser bebida pelo animal. Neste último caso, basta algum treino para que o cão não beba nesse local.

Prevenção tem de ser a palavra de ordem, por isso é preferível escolher logo à partida estruturas que não levantem perigos ou cercá-las de forma a não possibilitar o acesso aos cães.

cao jardim

A altura da rega pode ser aproveitada para fazer uma festa de água, tornando a tarefa de regar mais divertida para todos. Um jardim livre de pesticidas e químicos é amigo de todos os animais.

Existem diversas alternativas ao relvado tradicional, mas se preferir ter um no seu jardim, conseguirá minimizar as manchas amarelas e castanhas que irão surgir aqui e ali na relva, se deitar um balde de água no local onde o cão acabou de urinar. Nas áreas onde a relva ficou amarela, corte esse bocado e semeie relva ou plante relva, cortando uma área ligeiramente maior do que a que retirou e inserindo no local.

A casca de árvore é uma óptima alternativa ao relvado tradicional e é resistente ao uso do espaço por um cão. Mas não use casca de cacaueiro, porque o cacau é venenoso para os cães.

Se o seu cão gosta de cavar buracos, deixe-lhe uma área livre, como um pequeno canteiro ou uma caixa de areia. Pode treiná-lo a cavar ali (e não em todo o lado), escondendo um osso no local quando ele estiver a ver e mais tarde, deixando ossos ou brinquedos escondidos no local. Sempre que ele cavar na área designada, dê-lhe um reforço positivo, como festas ou guloseimas e depressa se tornará o seu local preferido.

Cuidado com as plantas tóxicas. Não as plante no jardim ou só num local de difícil acesso ao seu cão.

Tenha atenção a troncos partidos e apodrecidos e aos cogumelos e fungos que aparecem normalmente de seguida.

Quanto mais aborrecido o seu cão estiver, mais estragos fará, por isso mantenha-o distraído com muitas flores para cheirar, insectos para perseguir, arbustos que se mexam com o vento... a imaginação dele fará o resto.

Com alguns cuidados extra o seu jardim e o seu cão vão ser grandes amigos.

...o seu guia de decoração de jardins, terraços e varandas


Assine a newsletter gratuita

Email

Nome


Não se preocupe o seu e-mail está seguro.
Só será usado para lhe enviar a newsletter.


Copyright © 2005-2013 GardenKeys.com Todos os direitos reservados. Termos e Política de Privacidade